Cortar gastos, reduzir custos fixos, avaliar, planejar e tomar decisões são atitudes importantes quando passamos por momentos de crise. Hoje, atravessamos uma crise sem precedentes na história recente: a pandemia do coronavírus. Escolas, comércios, indústrias e outros setores da sociedade estão de portas fechadas (ou meio abertas), esperando pelo o que vem depois. 

Apesar dessa situação, os boletos continuam chegando. E a conta de luz é um deles 🔌💸. Pensando nisso, a Clarke preparou algumas dicas de economia de energia, direcionadas a três tipos de consumidores: comercial, industrial e residencial. Fique ligado nesse e nos próximos textos!😉

Como economizar na conta de luz do meu comércio?🤷🏻

Economizar na conta de luz do seu comércio não precisa ser uma tarefa difícil. Com algumas alterações já é possível ver aqueles números da conta diminuírem. Então, vamos às dicas?

#1 – Analise dentro do seu comércio o que altera a temperatura. 

Para começo de conversa, é preciso saber que os “vilões” da conta de luz geralmente estão associados às mudanças de temperatura, seja para o calor ou para o frio. 

Você tem ar-condicionado, forno elétrico, câmara fria, freezer, geladeira, aquecedor ou algo semelhante? Fique atento se está usando esses equipamentos de forma correta, avalie o isolamento térmico, a utilização adequada (evite colocar na potência máxima desde o primeiro momento que ligou), dentre outros fatores.

#2 – Analise a influência do sol sobre o seu estabelecimento

Gostamos de pensar que o sol é ótimo para gerar economia de energia, mas apenas quando utilizado para produzir iluminação. Janelas abertas e paredes brancas podem ser melhores do que alguns tipos de lâmpadas. 

Contudo, o mesmo sol que ilumina e economiza energia pode atrapalhar a refrigeração do local. Por isso, evite usar ar-condicionado em ambientes com janelas sem cortinas ou tente proteger câmaras frias, freezers e geladeiras que estejam recebendo o calor do sol. 

#3 – Analise a sua conta de luz

Agora, vamos analisar sua conta de luz de fato. Se sua unidade consumidora for do Grupo A, é importante analisar uma das parcelas da conta de luz que é chamada Demanda Contratada. 

A Demanda Contratada em resumo é um valor fixo contratado para que sua loja ou comércio em geral receba energia diariamente. Contudo, caso você demande muita energia em um intervalo de tempo pequeno (ou seja, ligou todos os equipamentos ao mesmo tempo) possivelmente você pode pagar o que chamamos de: Ultrapassagem de Demanda (que é uma multa bem cara). 

Para evitar essa ultrapassagem, podemos utilizar medidores de energia que indicam se isso acontecerá antes de ligar o próximo equipamento. A Clarke trabalha com contratos em que oferecemos aos nossos clientes esses medidores Inteligentes gratuitamente (se precisar, manda uma mensagem pra gente, clique aqui).

Por outra lado, se sua conta de luz está no grupo B, existe uma oportunidade chamada: tarifa branca. Esse novo tipo de tarifa de energia faz com que nossa tarifa deixe de ser preço único e se torne um preço horário. Para muitas empresas essa mudança pode gerar 20% ou 30% de economia. Caso queira saber se essa estratégia funciona para seu negócio faça a simulação aqui.

#4 Analise a rede elétrica

Por fim, é sempre importante analisar a rede elétrica para saber se existe ou não grande perda de energia por meio de cabos elétricos antigos. 

Nesse caso, assim como em outros estudos, o acompanhamento de um especialista é super recomendado.

Para fazer essas análises da sua conta de luz, entre em contato com a Clarke. Somos uma gestora digital de energia, especialista em redução de conta de luz. 

Também estamos disponíveis no WhatsApp para tirar qualquer dúvida. Para enviar uma mensagem, clique aqui. 

Um abraço! 💙