O Brasil alcançou a marca de 50 mil consumidores na Tarifa Branca, uma tarifa de energia mais barata para empresas. Nessa modalidade de cobrança, a conta de luz pode ficar até 30% mais barata. O número ainda é considerado baixo, perto dos mais de 6 milhões de comércios e indústrias que poderiam economizar nesse modelo. 

São Paulo (23.521), Rio de Janeiro (5.626), Bahia (3.627), Rio Grande do Sul (3.377) e Pernambuco (2.216)  são os estados com o maior número de consumidores nessa tarifa. 

Estado Número de unidades com Tarifa Branca
São Paulo 23.521
Rio de Janeiro 5.626
Bahia 3.627
Rio Grande do Sul 3.377
Pernambuco 2.216
Ceará 2.030
Rio Grande do Norte 1.625
Goiás 1.297
Maranhão 1.224
Espírito Santo 1.136
Pará 850
Mato Grosso 674
Distrito Federal 657
Rondônia 439
Paraíba 428
Mato Grosso do Sul 406
Sergipe 397
Tocantins 345
Minas Gerais 300
Piauí 255
Alagoas 252
Amazonas 201
Paraná 182
Acre 173
Santa Catarina 163
Roraima 157
Amapá 41

O dado é da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), referente à agosto de 2020. O programa existe desde 2018, mas foi aberto para mais consumidores em janeiro. 

A Tarifa Branca é uma modalidade de tarifa de energia para unidades consumidoras de baixa tensão, o chamado grupo B. É uma forma diferenciada de calcular a conta de luz. Ela foi criada como incentivo para reduzir o consumo de energia em horários de maior demanda. 

Nessa modalidade, a tarifa de energia tem valores diferentes dependendo da hora do dia. Ele é dividido em três horários: ponta (tarifa mais cara), fora ponta (tarifa mais barata) e intermediária (tarifa de valor intermediário). 

Os horários dependem do estado, mas normalmente a tarifa fica mais cara depois das 18h, em dias de semana. Aos finais de semana, a energia é sempre mais barata.  aplicativo clarke energia

Como mudar para Tarifa Branca? 

Ajudar as pequenas e médias empresas a economizarem energia na tarifa mais barata é o nosso principal trabalho aqui na Clarke Energia. Para descobrir se é uma opção vantajosa, o empresário pode fazer o nosso teste gratuito e, em poucos minutos, nos contratar para ajudá-lo. 

Empresários da Bahia, Pernambuco e Rio Grande do Norte podem fazer o teste no aplicativo disponível na App Store e na Google Play. Para outros estados, é possível fazer o teste e a contratação pela web.

Funciona para todo mundo?

Apesar de bastante interessante para muitas empresas, a tarifa branca não é uma opção para todos. Isso porque é mais vantajosa para locais que não ficam em funcionamento nos horários de ponta. Normalmente, empresas que funcionam em horário comercial têm mais economia nessa tarifa. 

Por esse motivo, é tão importante ter o suporte de especialistas nesse processo. Caso opte por nos contratar para fazer a migração da tarifa, passa a ter o suporte dos nossos engenheiros em todo o estudo e a garantia de que a migração vai ser positiva para a empresa. Além disso, só paga pelo serviço se tiver economia na conta de luz. 

Loyola recebeu a Clarke para fazer a mudança para a Tarifa Branca

Um exemplo de bons resultados com a mudança para a tarifa branca foi o do nosso cliente, o empresário Loyola Neto, dono da Loygus, que possui duas fábricas têxteis em Salvador.

Loyola optou pela tarifa branca há dois meses. Somando as contas desse período, ele pagaria R$5.000, mas com a tarifa branca já conseguiu economizar 10% desse valor. 

“Energia não é muito simples, por isso optamos por contratar a Clarke para nos ajudar a implementar a tarifa branca. Eles cuidaram de todo o processo, sem gerar nenhum custo para a Loygus, o que nos permitiu economizar mais de 10% na conta de luz”, disse Loyola.