fbpx

A carga de energia voltou a crescer no Sistema Interligado Nacional (SIN). De acordo com o último boletim divulgado pela Câmara de Comercialização De Energia Elétrica (CCEE), o Brasil consumiu 72.416 megawatts médios de energia elétrica no primeiro trimestre de 2024. Tal valor representa um volume 5% maior em comparação com o mesmo período de 2023. 

E esse aumento na carga do SIN também foi acompanhado pelo crescimento do Mercado Livre de Energia (ACL). Falando nisso, o Mercado Livre de Energia cresceu cerca de 7,6% no comparativo anual. Somente em um ano, tal modalidade de contratação de energia ajudou empresas a economizarem, juntas, R$ 48 bilhões. 

Deseja saber mais sobre o assunto? Então, não deixe de ler o novo texto do time da Clarke!

O que explica o aumento da carga do SIN?

São múltiplos fatores que podem ajudar a explicar o aumento no consumo de energia elétrica, como crescentes ondas de calor, responsáveis por aumentar a utilização de ar-condicionado nos espaços

Além disso, ocorreu também um aumento de atividades mais intensas em serviços, comércio, indústria alimentícia e bebidas, grandes consumidores de energia elétrica. Para se ter uma ideia, a indústria geral brasileira teve um aumento de 3,6% durante um ano.  E a expectativa é que o setor siga se expandindo, exigindo dessas empresas maior competitividade para se destacar no mercado. 

Mercado Livre de Energia acompanha crescimento no consumo de energia

O ACL apresentou um crescimento de 7,6%  em um ano. No mesmo período, essa modalidade de contratação de energia proporcionou uma economia de R$ 48 bilhões no valor da conta de luz para seus consumidores. Atualmente, ele também é responsável pelo consumo de 41% de toda energia no Brasil. 

E a expectativa é que o Ambiente de Contratação Livre siga em crescimento. Segundo dados da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), mais de 14,6 mil empresas já comunicaram que devem migrar para o Mercado Livre de Energia entre 2024 e 2025. 

E por que cada vez mais empresas buscam o Mercado Livre de Energia?

O Mercado Livre de Energia é a solução mais procurada por empresas do Grupo A (Alta tensão) que desejam economizar na conta de luz sem gastar com infraestrutura. Ele é um ambiente totalmente virtual onde é possível negociar diretamente com o fornecedor todas as condições de preço, prazo, demanda e tipo de energia contratada.

 Em alguns casos, é possível migrar empresas do grupo B (baixa tensão), mudando esses clientes para o grupo A, o que permite iniciar o processo de migração para o ACL. 

Como no ACL a concorrência é estimulada, a sua empresa pode conseguir economizar até 40% no valor pago todo mês, além de ter maior previsibilidade dos gastos com energia e a chance de contratar fontes renováveis. 

Contudo, para realizar a migração, o mais recomendável é contratar uma gestora elétrica. A Clarke Energia, por exemplo, conecta empresas aos melhores fornecedores do ACL. Auxiliamos desde o processo de migração, até a cotação com fornecedores e gestão de energia.

Faça como o Botafogo (SP) e seja um cliente da Clarke!

A Clarke é uma energética que conecta sua empresa aos melhores fornecedores do Mercado Livre de Energia. Funcionamos como uma corretora, buscando os melhores preços e fornecedores através da nossa plataforma, entregando aos clientes um compilado das ofertas que mais  se adequam à realidade da empresa.

Somos responsáveis por todas as etapas do processo, desde a cotação com fornecedores, migração para o ACL e gestão mensal dos relatórios dos clientes. Além disso, trabalhamos apenas com fontes renováveis de energia!

Aproveite e faça já uma simulação para descobrir o quanto você pode economizar na conta de luz da sua empresa com o Mercado Livre de Energia. O desconto pode chegar a 40%! Fale com um especialista do nosso time e saiba mais sobre como podemos te ajudar!

Compartilhe este texto e siga a Clarke no Instagram, LinkedIn e Facebook.