Todo brasileiro já passou por algum perrengue porque ficou sem energia elétrica. E, cá entre nós, a gente até reclama na hora de pagar a conta de energia, mas, ao mesmo tempo, sabemos que não dá para ficar sem. Concorda? Sempre surgem aquelas dúvidas como: “Por que ela veio tão cara este mês?”, ou “Qual é a diferença entre horário de ponta ou fora de ponta?”.

Como já sabemos, existem duas maneiras de comprar energia elétrica: No Mercado Livre de Energia (ACL), e no Ambiente de Contratação Regulada (ACR). O consumidor do ACR é “obrigado” a comprar energia diretamente da distribuidora, e está sujeito às bandeiras tarifárias. Já no ACL, ele tem a liberdade de escolher o seu fornecedor de energia.  

Seja um profissional da área ou não, entender um pouco mais sobre a conta de energia é essencial para realizar previsões e enxergar novas oportunidades de economia, sobretudo quando se trata das diferenças entre o consumidor do ACL e do ACR. No texto de hoje, o time da Clarke reuniu as principais perguntas e respostas sobre o assunto. Não deixe de conferir!

1.Qual é a diferença entre demanda e consumo de energia?

É comum realizar uma confusão entre os termos “demanda” e “consumo” de energia. No entanto, se trata de coisas bem diferentes. A demanda se refere à potência necessária para que todas as cargas da unidade consumidora sejam atendidas em um determinado período. 

Já o consumo se refere a toda quantidade elétrica usada na unidade em um determinado período. Diferentemente da demanda, ela é acumulada ao longo dos dias. Quanto maior o consumo, maior o valor da conta de luz.

2. A energia “muda de preço” de acordo com o horário?

Já notou que existem alguns horários que você costuma estar mais ativo do que outros? O consumo de energia e demanda têm grandes variações durante o dia, conforme a rotina dos consumidores.

O horário de ponta corresponde ao período de maior utilização de energia e varia conforme a distribuidora. Normalmente, é segunda a sexta, das 18h às 21h, as tarifas elétricas chegam a ter o preço triplicado. 

Já o horário fora de ponta é formado por todas as horas consecutivas e complementares àquelas definidas entre o horário de ponta. Ou seja, das 00:00 às 17h59 e das 21h às 23h59.

Os consumidores do Mercado Livre de Energia não precisam se preocupar com essas regras de horário. Afinal, a energia  possui o mesmo valor independente do horário que será consumida. 

3. Quais são os eletrodomésticos que mais gastam energia?

Fatores como  potência, tamanho, marca e tempo de uso influenciam bastante. Na lista daqueles que mais consomem está o ar condicionado, aquecedor de ambiente, chuveiro elétrico e micro-ondas. 

Para se ter uma ideia, o ar-condicionado, item indispensável para muitas empresas durante o verão, gasta cerca de R$ 89,46 por hora. 

4. O que é energia reativa?

A energia reativa é aquela que não realiza trabalho útil, mas que é consumida pelos equipamentos com o intuito de formar os campos eletromagnéticos indispensáveis para que funcionem. 

Existem limites estabelecidos para a energia reativa. Caso a sua unidade ultrapasse, será paga uma multa proporcional ao valor excedente.

5.TE e TUSD são a mesma coisa?

A TE (Tarifa de Energia) está relacionada ao produto consumido pela sua empresa. Ou seja, a energia. Nela, se paga pela energia, pelo transporte, pelas perdas e alguns encargos.

Já a TUSD é o serviço que a distribuidora da sua cidade presta ao levar energia para a sua empresa ou para sua casa, através dos postes.

É importante lembrar que os consumidores do ACL têm mais liberdade com os fornecedores e podem negociar a TE a que estão sujeitos, diferentemente do ACR. A depender de outras variáveis que irão compor os acordos de compra e venda de energia, é possível que se chegue a uma TE menor, o que resulta em economia na conta. 

6.  que fazer quando a conta de energia evm muito cara?

Quem nunca tomou um susto ao se deparar com o valor da conta? O primeiro passo é realizar uma investigação. Em casos de cobranças indevidas ou códigos não identificados, é preciso entrar em contato com a concessionária de energia. Caso sejam encontradas falhas na cobrança, é recomendado formalizar uma reclamação junto à concessionária.

Uma das vantagens do Mercado Livre de Energia é justamente a previsibilidade da cobrança. Enquanto gestora, a Clarke Energia disponibiliza no marketplace um relatório completo da economia, permitindo que o consumidor consiga planejar os gastos.

Economize na conta de luz com a Clarke Energia

Você sabia que a Clarke Energia é uma energytech que atua no Mercado Livre de Energia? Realizamos desde o processo de migração,até a cotação e gestão de energia. São mais de 50 fornecedores disponíveis em nosso Marketplace, e indicamos o mais adequado para o seu negócio!

Aproveite e faça já uma simulação para descobrir o quanto você pode economizar na conta de luz da sua empresa com o Mercado Livre de Energia. O desconto pode chegar a 40%! Fale com um especialista e saiba mais.

Compartilhe este texto e siga a Clarke no Instagram, LinkedIn e Facebook.