O que compõe sua conta de luz?

É engraçado pensar que todas as distribuidoras de energia no Brasil possuem uma página no site chamada: Entenda sua Conta de Luz. Mas, não sabemos se é por falta de vontade, por algum interesse obscuro ou por uma simples incapacidade de explicar as coisas de maneira simples, geralmente essas páginas que deveriam trazer conhecimento, nos deixam confusos.

Hoje, dia 30 de outubro de 2019, no Brasil, estamos inseridos em um mercado semi-regulado de energia. (Ficou feio começar um parágrafo dessa forma não é? Mas é o único jeito de reforçar que o mercado de energia muda a todo momento).

Sendo assim, existem dois ambientes de compra de energia elétrica: o ambiente de contratação livre e o ambiente de contratação regulada. Nesse texto, vamos focar apenas no ambiente regulado, mas se quiser saber mais sobre o ambiente livre acompanha nossos textos que em breve sai algo. 🙆

Nesse ambiente regulado as distribuidoras são responsáveis por trazer a energia elétrica para nossa unidade consumidora, logo, elas não vendem energia, e sim o serviço de distribuição. Dessa forma, as duas parcelas principais na conta de luz são: Energia Elétrica (Tarifa de Energia – TE) e Serviço de Distribuição (Tarifa do uso do Sistema de Distribuição – TUSD), ambas passíveis de gestão para reduzir custos.

Ainda no ambiente de contratação regulada, as distribuidoras (Em geral só lembramos que ela existe quando a energia cai ou quando precisamos da segunda via de conta de luz. Ela pode ter tem um nome feio lembrando uma repartição pública: COELBA, COSERN, CEMIG, CELPE. Ou então, como em outros lugares, nomes mais descolados: ENEL, EDP e a Light) são responsáveis por disponibilizar energia para o consumidor (esse deve ser você) e cobrar pelo serviço (Distribuição) e pelo produto (Energia). Logo, nessa cobrança foram definidos dois grupos tarifários: Grupo B (de baixa tensão) e Grupo A (de alta tensão).

Como sua conta de luz é faturada (Grupo B)?

Geralmente, todos conhecem uma conta de luz do Grupo B. Isso porque nossa casa está na Tarifa B1 Residencial. Nesse grupo, a Energia e a Distribuição estão juntas numa mesma tarifa (ao menos por enquanto, lembre-se que esse texto é do dia 30 de outubro de 2019 e o setor elétrico muda o tempo todo 🤷) que é aquele valor entre R$ 0,50 e R$ 1,00 que a distribuidora multiplica por um número que está na unidade de KWH.

Da mesma forma, muitos também estão acostumados com o B3 Comercial (meus colegas empreendedores). Mas, existem diversas outras tarifas de energia como: B2 Rural, B3 Industrial e algumas que possuem incentivos financeiros como a tarifa social e os sistemas rurais de irrigação. Senso assim, para esses consumidores a estratégia em geral envolve: 1. adequação de tarifa (em geral para a tarifa branca); 2. monitoramento do consumo (gerenciar para reduzir); 3. Eficiência Energética e 4. Energia Fotovoltaica.

exemplo de faturamento de b3 comercial

1.0 – exemplo de faturamento de B3 Comercial


Como sua conta de luz é faturada (Grupo A)?

Já os consumidores do grupo A, geralmente: comércios e industria, a tarifa de energia é separada da tarifa de distribuição. Nesse caso, para o primeiro, a gestão é semelhante ao grupo de Baixa Tensão (B), com a diferença que o preço da energia muda de acordo com o horário do dia (geralmente entre 18 e 21 horas a energia é mais caro – se liga! 👀).

Contudo, quando falamos da Tarifa de Distribuição no Grupo A existe o desafio de gerenciar o que o mercado de energia chama de Demanda Contratada. Essa parcela da conta representa a quantidade de equipamentos que foram ligados ao simultaneamente. Ela é contratada ao mês e se for ultrapassada será cobrado um preço mais caro acima da parcela fixa mensal. (É importante saber que: a demanda contratada se parece uma franquia de minutos de telefone, você paga um pacote mínimo mensal e se estourar paga um valor, bem maior, pelo excedente).

exemplo de faturamento de uma A4 Verde

2.0 – exemplo de faturamento de um A4 Horosazonal Verde

 

O que fazer agora?

Para gerenciar a demanda contratada precisamos monitorá-la e evitar a ultrapassagem. Caso o valor esteja alto é possível desligar algum equipamento, ou até mesmo trocar alguns deles. Recomendamos para nossos clientes a utilização de medidores de energia para gerir tanto do consumo quanto da demanda. Se quiser saber mais sobre medidores procura por nossa equipe.

Por fim, esperamos ter deixado claro que é possível entender sobre energia elétrica sem ser um mago supremo da engenharia 🧙. E, melhor do que isso, se preferir não estudar muito sobre o assunto pode deixar com a gente!

Somos uma gestora digital de energia. Nos preocupamos em reduzir a conta de luz de empresas e orientamos sobre quais caminhos podem gerar mais economia.

Se você está na Bahia, Pernambuco ou Rio Grande do Norte, baixe o nosso app e gerencie sua conta de luz com a gente!

Caso tenha alguma empresa que esteja consumindo energia, entre em contato com a gente. Ficaremos felizes em poder ajudar.

Um abraço 💙