Aos poucos diversas cidades estão iniciando a retomada da atividade econômica e assim como as clínicas terão o desafio de se adaptar para esse novo contexto. Aqui na Odonto Pro Saúde não é diferente, e por isso, conversando com colegas da Universidade Federal da Bahia e representantes da Saúde, traçamos algumas dicas para auxiliar dentistas e donos de consultórios odontológicos para esse momento. E a pergunta que tentamos responder é: como preparar a minha clínica odontológica para o pós-pandemia? 

#1 Prepare sua equipe e seu consultório 

Segundo as novas exigências da vigilância sanitária, a limitação no número de atendimentos diários é necessária para se evitar aglomeração de pacientes na recepção, obedecendo um intervalo maior de tempo entre cada consulta para que todo processo de desinfecção do ambiente possa ser eficazmente realizado. 

A presença de acompanhantes deverá ser restringida aos casos estritamente necessários, como no atendimento de crianças e pacientes com dificuldade de locomoção.

#2 Tenha uma gestão inteligente

A taxa de não comparecimento em consulta pode variar de 10% a 30% dependendo do volume de pacientes que sua clínica atende com plano de saúde. Atualmente, quanto maior o número de agendamentos por meio dos planos, maior deve ser o número de pessoas que marcam suas consultas e não comparecem.

Nesse contexto de pandemia e pós pandemia, é possível que esse número aumente, sendo assim, ter uma gestão inteligente das consultas é fundamental. Sugiro a utilização de softwares para auxiliar no agendamento das consultas. 

Aqui na nossa clínica odontológica estamos utilizando o dental office. Alguns desses softwares enviam mensagem de confirmação de consulta via SMS para o paciente, possuem prontuário eletrônico e fornecem diversas outras praticidades como o aviso automático para as consultas de retorno. 

#3 Corte seus custos fixos

Mais do que nunca é importante termos um olhar cada vez maior sobre nossos custos fixos. O primeiro passo é termos uma gestão financeira bem feita, para isso, sugiro a utilização de softwares como o Zeropaper ou a Conta Azul. Identificado os maiores custos, é importante atuar sobre eles.

Aqui na Odonto Pro Saúde, nossa primeira estratégia de corte de custos foi com o aplicativo da Clarke Energia. Conseguimos reduzir nossa conta em 15% por meio de uma alteração tarifária sugerida pela startup. Além disso, por meio da Clarke, desenvolvemos uma gestão muito mais rigorosa com nossa conta de luz, com metas de consumo e relatórios mensais.

Por fim, é importante tentarmos reduzir nossos custos “invisíveis” como por exemplo aquelas tarifas bancárias e taxas de TED. Sugerimos a utilização de bancos digitais para fugir desses custos indesejáveis. Uma ótima solução é a Conta Simples.

Autor: Dr. Vinícius Muniz, dentista e dono da Odonto Pró Saude – CRO 12237 

*Imagem de capa ilustrativa. Foto tirada em 2019, antes da pandemia da Covid-19. 

Clarke Energia

Somos uma gestora digital de energia focada em pequenos negócios. Pensando em formas de ajudar você a economizar energia, a gente lançou um aplicativo para orientar as pequenas e médias empresas sobre quais caminhos podem gerar mais economia na conta de luz.

Por enquanto, o app está disponível para os empresários da Bahia, Rio Grande do Norte e Pernambuco, mas para quem mora em outros estados, temos um teste online gratuito, que dura poucos minutos para ser concluído.

Ficou com alguma dúvida? Pode falar com a gente no Whatsapp 😉

Um abraço 💙