Nos últimos anos, temos testemunhado um crescente interesse e urgência em encontrar alternativas aos combustíveis fósseis. À medida que os impactos negativos das emissões de carbono se tornam mais evidentes, surge uma questão crucial: será possível a humanidade viver sem depender dessas fontes de energia não renováveis?

Durante décadas, os combustíveis fósseis, como petróleo, carvão e gás natural, têm sido essenciais para impulsionar nossa sociedade industrializada. Porém, seu uso sem controle algum, tem contribuído significativamente para problemas ambientais, como as mudanças climáticas e a degradação do meio ambiente, liberando gases de efeito estufa na atmosfera e afetando a saúde dos nossos ecossistemas, desde eventos climáticos extremos até a acidificação dos oceanos.

Nos últimos tempos, estamos testemunhando avanços notáveis no desenvolvimento e adoção de tecnologias de energia limpa e renovável. Fontes como energia solar, eólica, hidrelétrica e biomassa estão se tornando cada vez mais acessíveis e eficientes. Além disso, a eletrificação de setores como transporte e indústria está contribuindo para a redução da demanda por combustíveis fósseis.

Quais são aos os desafios para uma economia livre de combustíveis fósseis?

A transição para uma economia livre de combustíveis fósseis não é isenta de desafios. Implementar novas tecnologias e infraestrutura requer investimentos significativos em pesquisa e desenvolvimento. Além disso, o abandono gradual dos combustíveis fósseis pode ter implicações econômicas para setores tradicionais, como o petróleo e o carvão, bem como para comunidades dependentes dessas indústrias.

Outro aspecto positivo é a redução dos custos a longo prazo associados à minimização dos impactos das mudanças climáticas e à adaptação a um clima em mudança.  Investir em energias renováveis e infraestrutura de baixo carbono pode ajudar a reduzir os custos de saúde associados à poluição do ar e à dependência de combustíveis fósseis, bem como mitigar os impactos econômicos de eventos climáticos extremos.

A importância do incentivo às fontes renováveis no Mercado Livre de Energia

Nesse contexto, a energia incentivada no mercado livre desempenha um papel importante na transição para uma matriz energética mais sustentável, juntamente com uma responsabilidade ambiental. Por meio de incentivos governamentais e certificações, as empresas e consumidores são estimulados a optar por fontes de energia renovável e de baixo carbono, contribuindo para a redução das emissões de gases de efeito estufa e o desenvolvimento de uma economia mais verde e sustentável.

As Certificações e selos de energia incentivada, como os Certificados de Energia Renovável (RECs) e os Créditos de Carbono, desempenham um papel importante na promoção da transparência e rastreabilidade da energia consumida. Esses certificados representam a produção de uma quantidade específica de energia renovável e são negociados no mercado livre, permitindo que empresas e consumidores comprem e utilizem energia limpa, mesmo quando não diretamente conectados a uma fonte renovável.

Por fim, a transição para um futuro livre de combustíveis fósseis não é apenas uma questão de possibilidade, mas sim de vontade e ação. É um passo crucial para a tentativa de reconstruir um mundo mais saudável e sustentável para as gerações futuras. Para isso, é fundamental unirmos esforços globais, investir em pesquisa e desenvolvimento e adotar políticas públicas que incentivem a adoção de fontes de energia limpa. Juntos, podemos mudar a história e construir uma herança positiva para o nosso planeta e para as futuras gerações.

Compre energia 100% renovável com a Clarke

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o assunto, que tal comprar energia 100% renovável no ACL com a ajuda da Clarke?

Aproveite e faça já uma simulação para descobrir o quanto você pode economizar na conta de luz da sua empresa com o Mercado Livre de Energia. O desconto pode chegar a 40%! Fale com um especialista do nosso time e saiba mais sobre como podemos te ajudar!

Compartilhe este texto e siga a Clarke no Instagram, LinkedIn e Facebook.